segunda-feira, 31 de maio de 2010

Coisa própria.

Tô sentada na minha janela esperando a chuva passar, com o álbum de fotografias estendido sobre meu colo, retrocedo em meus pensamentos ... ah, como era doce a troca de palavras, os olhares cruzados, os abraços calorosos, a troca em demasia de afeto. Lembranças a serem levadas em cada gota de chuva, como em cada lágrima rolada sobre minha face.

11 comentários:

Marcel disse...

Seu blog tá diferente!

Gosto da sua delicadeza. Te imagino folheando o álbum enquanto ouve Yann na varanda.

Maria disse...

as lembranças conseguiram emocionar do lado de cá...

que as lágrimas passem junto com a chuva.

beijos doces

ana clara tavares disse...

O doce gosto da lembrança. Lembrança esta, que ninguem consegue tirar da gente!

Um grande beijo

Valéria Sorohan disse...

Temos que aproveitar o que ainda nos resta, guardar na memória momentos que mais na frente nos fará muito bem e nos confortará quando a saudade chegar sem aviso, ela sempre chega sem avisar. Essa danada dessa saudade.

Seu blog é de muito bom gosto preenchido com um conteúdo terno e inteligente…


BeijooO'

sarah disse...

Lembranças são tão gostosas , ainda mais quando são tocadas através de fotografias.

Luana Gabriela disse...

Achei seu blog lindo.
Passa tranquilidade..sei lá!
Um pouco de paz nesse mundo...

Bjos

Priscila Rôde disse...

Fotografia tem cheiro de pura saudade, guardo todas!

L. Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
L. Ferreira disse...

único modo de nos levar à tempos passados são as fotografias e que deixam somente as lembranças que nunca iremos esquece.

wagner beethoven disse...

é cada vez mais profunda e breve!

urgente... como gosto ♥

Luna disse...

quando chove a gente fica chuvosa cheia de lembranças, e é assim. né?