quarta-feira, 24 de junho de 2009

Devaneio, utopia.

Tive um sonho por um instante, foi enorme. Em frações de segundos me pôs a pensar, e através disso, sonhei que havia me deixado. Então, acordei, só via as paredes brancas à minha volta, o nosso retrato na estante virara cacos. Olhando o espelho, o mesmo me disse: talvez seja verdade, isso pode ser verdade. Estava se importando, tinha nos olhos o brilho mais sincero, foi perfeita e tudo que fizera a concebia mais perfeição. Pegou o cigarro, a chave do apartamento e se foi. Suas mãos subiram pelo peito a sufocando e lhe disse: é verdade, estou te deixando.

14 comentários:

Mari Barros disse...

Oi Bela, tb estou no Blog.
Que fofura o seu cantinho. hihi!

Que lindo isso que escreveu.
;*

Priscila Rôde disse...

Puxa =/
=)

Soraia Alves disse...

pesadelo...

Thiago Kuerques disse...

Nao me parece uma despedida eterna.

Michele Hubner disse...

é aquela famosa frase: "parece que estou sonhando.."

Fernanda disse...

... sonhos, são sonhos.
Não sofra antecipadamente e nem ache que se for verdade é o fim do mundo. Despedidas acontecem, muitas vezes para a nossa sorte e em outras... só para haver um reencontro e um pedido de desculpa mais tarde.

Só viva...

Leonardo almeida disse...

deixa eu lhe da um beliscão para acordar :)

Desi disse...

Não sei oq comentar sobre o post, mas gostaria de dizer que achei tão doce o layout do teu blog. Só isso por hoje.

Maria disse...

E o destino de cada acordar será o mesmo...

(Meu beijo)

isthelife disse...

Suas palavras são muito bonitas Bela, irei ler aqui sempre *-* ILY (L)

Marcela' disse...

Um pseudo deja vu, quem sabe!
Mas é importante que se partindo, não se perca..
Baci.

Natália Corrêa disse...

bom seria se fosse só sonho mesmo! :(

Lucas Lima disse...

seus escritos são viajantes, rsrsrrs.
Bons Dias

Andreia disse...

Sonho, pesadelo ou realidade? *